Silicone nos seios pode causar estrias?

A cirurgia plástica mais procurada no mundo inteiro, é a mamoplastia, a cirurgia de aumento, a de colocação de silicone, como é mais conhecida.

Favorita entre todas,  a prótese de mama virou um sonho de consumo de 9 entre cada 10 mulheres.

Enquanto algumas querem aumentar mamas pequenas, outras querem apenas melhorar a consistência ou até corrigir flacidez.

Mas, seja para aumentar, segurar, enfim, o que costuma gerar muita dúvida, no entanto, é se a tal prótese pode, realmente, causar estrias, ou se isso é apenas mais um entre tantos mitos.

O que são estrias

Primeiramente, é preciso entender que as estrias são cicatrizes formadas na pele causadas pelo rompimento das fibras elásticas, ou seja, a pele se esticou mais do que podia, e devia, resultando em marquinhas, as conhecidas estrias.  Geralmente, surgem quando esse estiramento é muito abrupto.

Por conta disso, elas costumam aparecer em situações, como, por exemplo, no crescimento rápido durante a adolescência, durante a gravidez, surgindo no abdômen e mamas, durante a amamentação  ou quando há um grande aumento de peso.

Afinal, silicone pode causar estrias?

Por tudo que foi dito, certamente, a prótese de mama pode, sim, levar às estrias, e isso pelo rápido estiramento da pele. No entanto, esse fato é mais comum quando são colocadas próteses muito grandes, ou seja, quando há um estiramento muito agressivo.

Já durante a amamentação, quando os seios são mais flácidos, não é tão comum aparecerem estrias, já que a pele não estando tão rígida não propicia seu estiramento, tanto quanto uma pele mais grossa e rígida.

Como prevenir as estrias ao colocar silicone?

É preciso investir em cuidados especiais, preparando a pele para ser esticada , caprichando no uso de hidratantes à base de ureia como o creme silk skin, para deixar as fibras ainda mais elásticas, diminuindo o risco de rompimento.

Procure não se descuidar, hidratando a pele das mamas, pelo menos, 2 vezes ao dia, um mês antes e 3 meses após a cirurgia.

Outra dica é não exagerar, até porque próteses muito grandes, além de causarem estrias, podem prejudicar a postura. E mesmo que muito bem hidratada, se a prótese  for muito grande isso pode levar ao rompimento das fibras elásticas, por mais elásticas que estejam.

Outra dica é, após a cirurgia, investir em  drenagem linfática , isso pode ajudar, fazendo com que as mamas desinchem mais rapidamente, e isso diminuir a pressão sobre o estiramento da pele.

Para quem não sabe, sempre após uma cirurgia de colocação de silicone, as mamas estarão ainda maiores pelo inchaço.

Enfim, embora não seja uma regra, a cirurgia de mamoplastia , pode sim, causar estrias, mas sendo mais comum no caso de exagero no tamanho da prótese, e na falta de cuidados específicos. Por isso, se for colocar silicone, se previna, tome os devidos cuidados, pois não é nada fácil tratar estrias.

Dicas diárias para cuidar do cabelo

Quem não deseja ter cabelos saudáveis, brilhosos e sedosos como aqueles que mostram nas propagandas de shampoo?

Além de alinhar o rosto, um cabelo saudável oferece uma aparência atraente e elegante.

Para isto é necessário um pouco mais do que desejar, é preciso seguir algumas rotinas, bem simples, que podem fazer muita diferença no resultado final.

Em primeiro lugar, você deve lembrar que cada tipo de cabelo requer um cuidado específico. Cabelos lisos, ondulados, crespos, oleosos, secos, tingidos, com química, longo ou curtos, todos precisam de cuidados especiais.

Porem algumas dicas que você pode adotar na sua rotina diária, servem para todos os tipos de cabelos como por exemplo:

  • Alimentação saudável

Uma alimentação saudável tem a mesma importância quanto a escolha de bons produtos. A alimentação é a base para ter um corpo saudável e com os cabelos não é diferente.

Cabelo saudável requer que os folículos nutridos. Procure manter uma alimentação balanceada com proteína, frutos do mar, grãos integrais, frutas, verduras entre outros.

  • Escovação

A escovação diária ativa o fluxo sanguíneo no couro cabeludo estimulando o brilho dos fios.

Escove sempre os cabelos (pode ser várias vezes ao dia) com delicadeza. Escove várias vezes as pontas e comprimento depois a raiz.

Se você tem cabelos crespos ou ondulados (que não permite a escovação) substitua por massagem leve no couro cabeludo.

  • Hidratação

Ao contraio do que muitos pensam, a hidratação não é recomendada somente para cabelos secos. Todo tipo de cabelo (até os oleosos) precisam de hidratação.

Se for fazer a hidratação em casa, você apenas tem que observar o modo correto. O produto não deve ser aplicado na raiz.  Cabelos secos da metade até as pontas e cabelos oleosos ou normais somente nas pontas.

  • Use produto correto para o seu tipo de cabelo

Como já dissemos cada tipo de cabelo requer cuidados e produtos específicos. Usar um produto que não seja indicado para seu tipo de cabelo pode danificar os folículos capilares resultando em problemas que podem chegar até mesmo à queda de cabelos e consequentemente a calvície.

  • Evite a tração nos cabelos

Um hábito bem comum, principalmente entre as mulheres é prender os cabelos de forma contínua.

Este hábito leva a quebra e queda dos fios. Se você não puder evitar e tiver que prender os cabelos procure pelo menos usar algo que não quebre os fios, um elástico revestido com tecido por exemplo.

Pronto, agora você já conhece as dicas diárias para cuidar do cabelo e ter fios lindos e saudáveis.